Ingersoll Rand® realiza cultivo de colmeias na região de Araucária

Ação tem objetivo de aumentar a população de abelhas, necessárias para manutenção das florestas e colheitas

 

A queda populacional das abelhas é atualmente uma das principais ameaças ao nosso planeta. Isso porque, tanto a manutenção das florestas como das colheitas, dependem da polinização. Preocupada com esse cenário, a Ingersoll Rand® iniciou o cultivo de duas colmeias em sua fábrica, localizada na cidade de Araucária, no Paraná.

Essa redução da população de abelhas é causada, principalmente, pela ação humana, devido à destruição do ambiente selvagem desses insetos, bem como o uso massivo de agrotóxicos e agroquímicos. Benedito Antonio Uczai e Salete Perin Uczai, especialistas em manejo de abelhas nativas sem ferrão da Meliponas, foram os responsáveis pela implementação do projeto. “Estima-se que até 90% das matas e 75% das colheitas dependam da ação de agentes polinizadores. A extinção das abelhas pode causar a escassez de alimentos e ameaçar a humanidade”, comenta Salete.

A Ingersoll Rand é a única empresa na região industrial de Araucária com iniciativas voltadas à proteção de abelhas, entre outras direcionadas à preservação ambiental. “Essa ação reforça o nosso compromisso com a manutenção dos recursos naturais e nosso engajamento em promover projetos para ajudar a reequilibrar o meio ambiente. Além do cultivo de abelhas, estamos plantando cerca de 90 árvores frutíferas em nossas dependências”, comenta Sinara Rosa, gerente de Meio Ambiente e Segurança no Brasil.