Nova lei sobre manutenção de ar-condicionado traz grandes benefícios ao mercado de HVAC

No dia 04 de janeiro de 2018 foi sancionada a lei que torna obrigatória a execução de um Plano de Manutenção, Operação e Controle (PMOC) em sistemas de ar-condicionado em edifícios de uso público e coletivo. A Lei 13.589/2018 tem como objetivo garantir a boa qualidade do ar interior de estabelecimentos levando em conta padrões de temperatura, umidade, velocidade, taxa de renovação e grau de pureza, visando à eliminação ou minimização de riscos potenciais à saúde dos ocupantes. A Trane® - líder global no fornecimento de soluções e serviços de conforto interior e uma marca da Ingersoll Rand® – acredita que as novas medidas irão beneficiar usuários e, administradoras de edifícios.

Apesar de a nova legislação parecer, em um primeiro momento, um custo extra para as empresas, a Trane aposta que todos ganharão com o PMOC. “O funcionamento adequado dos equipamentos e sistemas de ar condicionado reduz o consumo energético das edificações, o usuário ganha ao ter uma qualidade de ar melhor e o fabricante ganha quando o equipamento funciona de forma eficaz”, enfatiza Alexandre Cruz, Diretor de Serviços da Trane no Brasil.

Alexandre ressalta que a Trane já aplica o PMOC nos contratos com seus clientes e está preparada para atender a demanda que irá surgir, tanto para os novos empreendimentos, em que a lei já passa a valer, quanto para os empreendimentos já existentes, que terão o prazo de 180 dias, após a regulamentação da lei, para adequação.

A nova lei é resultado do trabalho de instituições como a ABRAVA (Associação Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento) – que tem como membro do conselho do Departamento Nacional de Fabricantes de Ar Condicionado Central o Diretor Geral da Trane no Brasil, Luiz Moura; e o Vice-presidente de Marketing, Arnaldo Parra, Diretor de Partes & Peças da Trane no Brasil; a ASBRAV (Associação Sul Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Aquecimento e Ventilação) – sob a presidência de Eduardo Hugo Müller, Gerente de Vendas da Trane e o SINDRATAR-SP (Sindicato da Indústria de Refrigeração, Aquecimento e Tratamento de Ar no Estado de São Paulo), entre outros.

“Essa nova lei confirma o amadurecimento do mercado HVAC brasileiro no que diz respeito à manutenção preventiva dos sistemas de climatização. A Trane, sempre pioneira, investe fortemente na capacitação de profissionais especializados para garantir que todas as normas e regulamentações sejam cumpridas. Estamos comprometidos em suportar nossos clientes para que os sistemas Trane sejam energeticamente eficientes, proporcionando um ambiente confortável e seguro aos seus ocupantes”, finaliza Luiz Moura, Diretor Geral da Trane no Brasil.

# # #

Sobre a Ingersoll Rand e Trane

Ingersoll Rand (NYSE:IR) melhora a qualidade de vida criando ambientes confortáveis, sustentáveis e eficientes. Nossos colaboradores e nossa família de produtos — incluindoClub Car®Ingersoll Rand®Thermo King® e Trane® — trabalham juntos para melhorar a qualidade e o conforto do ar em residências e prédios; transportam e protegem alimentos e perecíveis; e melhoram a produtividade e a eficiência industrial. Somos um negócio global de 13 bilhões de dólares, comprometido com um mundo de progresso sustentável e resultados duradouros.

As soluções da Trane otimizam ambientes internos com um amplo portfólio energeticamente eficiente em aquecimento, ventilação e sistemas de ar condicionado,  serviços de construção e contratação, suporte de peças e controle avançado.Para mais informações, visite www.ingersollrand.com ou trane.com.br.

Contato